Intenção do Papa para o mês de Maio

Enquanto a economia real, a que cria emprego,
está em crise, com tanta gente sem trabalho,

Quão longe está o mundo das grandes finanças,
da vida da maioria das pessoas!

As finanças, se não estiverem regulamentadas,
tornam-se pura especulação
reforçada por algumas políticas monetárias.

Essa situação é insustentável. É perigosa.

Para evitar que os pobres
voltem a pagar as consequências,
a especulação financeira
deve ser estritamente regulamentada.

Especulação,
Quero sublinhar esse termo.

Que as finanças sejam instrumentos de serviço,
instrumentos para servir as pessoas
e cuidar da casa comum!

Ainda podemos pôr em andamento
um processo de mudança global
para praticar uma economia diferente, mais justa,
inclusiva, sustentável,
que não deixe ninguém para trás.

Vamos fazer isso!

E rezemos para que os responsáveis
pelo mundo financeiro colaborem com os governos
para regulamentar os mercados financeiros
e proteger os cidadãos em perigo.